segunda-feira, 23 de abril de 2007

Dia das Mães, Mãe Terra...

Mother Earth and Her Children by Sieglinde Schoen Smith of Carlisle, Pennsylvania

Best of Show - Houston 2006



Este post está sendo escrito adiantado, já que os dia das Mães só acontece em Maio, mas em virtude do dia da Terra que foi em ontem, retomei o tema...


Fui ao Shopping no sábado e as lojas já estão piscando para o dia das mães... mais uma vez, minha manicure me pergunta porque não quero ter filhos, e pela enésima vez digo que é uma opção. "Você não quer ter filhos porque não quer trabalho!" ela me diz sorrindo...

- "Não quero ter trabalho???" então vou te dizer o que NÃO é ter filhos humanos e vamos ver se uma mãe "verdadeira", que tem seus rebentos naturais ou adotados tem o mesmo "trabalho" que eu... disse sorrindo...

"Eu acordo todos os dias as 6 da manhã, seja sábado, domingo, férias... sim, eu não tenho férias como todas as mães legítimas tem, pelo menos algumas horas ao dia quando deixam seus filhos na escola, na creche ou na casa da vovó.... todos os dias eu tenho que alimentar meus animais e não são poucos: eu tenho um cão de 8 anos e meio, dois canários, uma calopsita, um aquário de 60 litros e um gerbil.... todos com suas manias e paladares"

- Ah, mas isto é fácil demais, ela me diz, é só dar comida e pronto! diz ela..

"Engana-se, querida.... todos os animais precisam da comida TODOS os dias, não adianta deixar a comida e a água porque elas podem estragar e matar os bichos, então, eu preparo a comida fresca todos os dias para eles.... como são animais, eles mesmo quando tiverem 10 ou 15 anos, eles ainda irão depender de mim para esta tarefa, já um filho "natural", com uns 5 anos já pode pelo menos pegar um copo d´água sózinho sem que eu tenha que levantar as 6 h da manhã para tanto... além da comida, eu tenho que higienizar TODOS os dias as gaiolas e os recipientes que eles comem e bebem água.... além do lugar que comem e fazem suas "necessidades" eles não sabem fazer isto sózinhos também... um filho "naturalmente humano" pelo menos com 5 anos de idade para cima, sabe ir no banheiro sózinho e limpar-se sózinho....

- Nossa, vc tem toda razão! ela disse!

"Continuando, depois de alimentados e limpos, eles ainda precisam de atenção. Como não são filhos humanos, não posso pedir que eles fiquem no computador ou no vídeo game ou colocá-los em uma escola de inglês para que eu tenha um pouco de tempo para mim, logo, eu tenho que entretê-los com jogos de bola e com passeios no quarteirão, no caso do cachorro, das aves tenho que pegá-las diariamente pelo menos umas duas horas ao dia pois como são mansas ( a calopsita), precisa de atenção e mais carinho... já os canários são mais idependentes, mesmo assim precisam de atenção pra não ficarem estressados por não sairem das gaiolas... no decorrer da manhã, já são 11 horas e tenho que preparar o almoço.... enquanto tenho alguma coisa no fogão, vou ao jardim cuidar dos meus vasos de orquídeas, que são mais de 25.... e TODOS precisam de cuidados diários, pois como estão longe da natureza, precisam de água, adubo, poda, verificação de fungos que se passar um dia desarpecebido, pode matar a planta... Fora tudo isto, tenho que dar conta da casa, de todo o serviço doméstico pois não tenho empregada e ainda desnhar meus projetos e costurar ou bordar, além dos meus grupos voluntários na internet e fora dela...além de que o marido chega as 18 hs e tenho que cuidar da atenção dele também... todos precisam de atenção..."

- Viche, quanta trabalheira dona Andrea!!!!! ela diz!!!!!

" Meus bichos não tem convênio médico como a maioria dos filhos humanos tem, se acontece alguma coisa, a conta fica alta no veterinário... quando viajo não posso levá-los como filhos humanos....E ainda tem mais: eu sou uma das mães que não recebe nada no dia das mães, nem mesmo um obrigada por fazer TUDO isto....porém, a satisfação de vê-los com saúde é imensa, é um amor incondicional pois não exigo nada em troca, nem se a tábuada está em dia.... Quando chega a hora de partir, sou uma das mães que tem que enterrar seu próprio filho pois a vida cronológica deles é totalmente diferente da nossa, e a cada perda é uma dor muito grande, a dor de uma mãe quando perde seu filho, mesmo ele sendo não humano..."

- Dona Andrea, eu não sabia que ter filho bicho dava mais trabalho que filho homem... a senhora mudou totalmente meu ponto de vista!!! Da próxima vez que alguém lhe perturbar com isto manda passar uma semana na casa da senhora!!!!(...)


....



Mãe Terra, ontem fiquei assustada com o que está acontecendo com nosso planeta em um documentário para o Dia da Terra, infelizmente em menos de 70 anos a Amazônia se tornará uma Savana e mais de 250 milhões de pessoas no mundo não terão mais terras para plantar devido as altas temperaturas e a falta de chuva, consequentemente não terão o que comer... as calotas polares se derreterão e milhões de pessoas abandonarão ilhas que deseparecerão do mapa... quantas pessoas interpretaram o Apocalipse com uma grande guerra mundial, mas o que vejo é que os próprios seres humanos estão matando a Terra... o que faremos?


Feliz dia das Mães....minha mãe Terra...

quarta-feira, 18 de abril de 2007

Quilter´s Leather Thimble


Sinceramente??Acho que foi a melhor aquisição até hoje que fiz com relação a dedal. Já tentei quase todos: de plástico, de porcelana, de metal, mas foi este de couro que acabou resolvendo meus problemas com os dedos furados, de quebra no site ainda tem alguns projetos gratuitos, é só clicar aqui.
Não consigo viver sem o bastidor, agora com o dedal de couro vai ser a mesma coisa!
Como sempre, o pessoal da Lido Quilt sempre atencioso em tudo, no meu último pedido enviaram uma folha de tecido para imprimir no computador que logo, logo farei um teste. Sempre quis imprimir alguma coisa no tecido e fazer algum projeto, agora com a folha, deu mais estímulo, obrigada amigos da Lido!

segunda-feira, 9 de abril de 2007

Por que não, Andrea?

Esta semana encontrei pela internet uma amiga que há muito tempo não conversava e ela ficou espantada do porque eu havia tirado minha loja do Mil Pontinhos do ar...
Não sei o porque o motivo do espanto! disse a ela - como viver honestamente neste país se as pessoas não entendem que quem cria e desenha vive daquilo, que passam horas a fio pesquisando cores, formas e combinações e depois costuram tudo para apresentar um bom trabalho e depois você visita um Muliply da vida e vê o seu trabalho lá, TOTALMENTE DE GRAÇA, para ser baixado por suas "amigas". Recebi um convite do Multiply e não fiquei lá por mais de uma semana, tamanha a VERGONHA que vi e a falta de respeito. E o pior, quanto mais álbuns de patterns e revistas você tem, mais você é "querida".....
Eu não acredito que quem tenha acesso a um computador e uma linha para download que custa caríssimo não tenha dinheiro o suficiente para comprar um revista original ou qualquer coisa que seja original, ou seja não sendo xerox, scanner ou coisa parecida, apoiando sim aquelas que criam no Brasil...
Vocês sabem porque pagamos tudo tão caro? Porque ainda existe gente que tem Multiply ou outra coisa parecida e é uma máquina de scanner, copiando TUDO e disponibilizando gratuitamente o que não é seu. Sim , não é seu querida! Quando você compra uma revista por mais que seja sua não lhe dá o direito de copiar e DAR de graça o trabalho criado, você pode costurar para você ou seja lá o que for, mas não lhe dá o direito de disponibilizar o trabalho de dias, meses e até anos que não foi seu...... Eu não sei nem se este tipo de gente tem tempo de costurar porque a cada dia uma ou duas revistas estão no ar para fazer download...eu gostaria de saber sinceramente qual é a vantagem de tudo isto para estas pessoas, parecem que estão colecionando figurinhas e não fazendo patchwork!
Tenho percebido que aqui no Brasil temos este péssimo hábito, horrível e degradante... que desistimula totalmente quem cria neste país....
É por isto que estou relutando em reabrir minha loja... e a cada dia que passa esta cada vez pior este hábito....
Desculpem o desabafo...eu sei que minha luta é em vão porque aqui neste país são poucas as cabeças pensantes neste sentido, preferem gastar o tutano e os dedos nas teclas de um scanner infelizmente, tirando o emprego de muitas criadoras, pessoas que trabalham nas gráficas e no ramo editorial....

segunda-feira, 2 de abril de 2007

O quilt de uma santa....

Este ano faz 13 anos que minha querida avó passou para o outro lado, foi uma pessoa maravilhosa que me criou e que foi muito jovem com apenas 64 anos de idade, vitimada por um câncer aos 54 anos. Ela era devota de Santa Gemma Galgani e com a internet ficou muito mais fácil pesquisar sobre a vida desta santa italiana pois aqui no Brasil ela é muito pouca conhecida. Hoje, ao lembrar de minha avó resolvi entrar em um site sobre ela e para minha surpresa, encontrei um trabalho feito por ela, não chega a ser um quilt, mas um lindo trabalho bordado que está exposto na Capela das Irmãs Passionatas em Lucca, Itália, juntamente com outros pertences da mesma. Na escola, Sta. Gemma, que era muito talentosa por natureza, aprendeu a bordar e a fazer outros trabalhos manuais com perfeição. Considerando que é um trabalho dos anos de 1800, parece muito bem conservado.... e lindo. Também não sabia que o dia de Santa Gemma é 11 de Abril e que morreu em um sábado de aleluia....
Para conhecer mais sobre Santa Gemma recomendo este site onde existem mais algumas poucas fotos. Amo você vó Lidia... beijos de sua neta que tanto a ama...