sexta-feira, 25 de julho de 2008

Cansei....


Eu cansei de ser correta, não enganar as pessoas e sempre ser punida por isto...


Eu cansei de sonhar e cair da cama todos os dias mesmo tomando atitudes para que meu sonho aconteça...


Eu cansei de não comer sal, açúcar, farinha, abdicar de comer o que gosto há quase 4 anos , fazer exercícios e mesmo assim minha médica diz que eu preciso perder barriga... e que não sabe mais o que fazer comigo....


Eu cansei de mim...


Quero ser um plâncton, igual a Juju em seu texto aqui, o grande problema é que não consigo....

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Círculo de Costura

Lá fora é muito comum o pessoal trocar Slams Books, ou seja, cadernos com perguntas que devemos responder, vou dar um exemplo:

Os Slams podem ser temáticos ou não. Tipicamente são feitos em pequenos cadernos. A maioria deles tem uma página onde preenchemos com nosso nome (ou etiqueta), depois, em cada página contém uma pergunta (Por exemplo: Quando foi a última vez que você dissse " Eu te amo "?) então, respondemos a pergunta apropriadamente. Lembram-se quando brincávamos de "Enquete", aquele caderno com perguntas onde íamos repassando pras amigas, é parecido, mas vamos dar uma sofisticada! No final do caderno sempre existe uma página de assinatura e data. Este caderno seguirá via Correios e sua participante se comprometerá a preencher o caderno (com sua respectivas respostas) e principalmente, devolver em no máximo 10 dias . Cada uma fará seu caderninho e ele vai circular até que o grupo acabe, que tal? Para o primeiro grupo gostaria que 7 pessoas participassem por vez. É uma ótima maneira de nos conhecermos melhor e guardarmos uma recordação... Ah, a dona do caderno responde sempre todas as perguntas ANTES de enviar para sua primeira amiga,ok?

Pra não chamar de enquete e parecer antiquada, vou chamar meu slam de " Círculo de Costura", ele terá no máximo 10 perguntas e será com o tema referido e perguntas de cunho pessoal mas nada que comprometa nínguém...rss.., ainda vou montar e decorar, então mostro pra vocês... vão pensando... rss.. vai ser divertido.. adoraria ter esta recordação!!!!

Domingo...

Um dos meus lugares favoritos:
http://www.outback.com.br/flash/playerOUTBACK_PRIMEIRA_VEZ.swf

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Fim de semana

Para tirar o estresse da Greve dos Correios, o jeito é fazer um passeio pelas lojas de patch. neste sábado encontrei uma pessoa muito especial na Kikikits, a Teresa Cristina, um charme de pessoa, vinda de Fortaleza, estava fazendo sua comprinhas na loja pois lá no Nordeste não existe nada parecido, como ela mesmo disse, então, para ajudá-la, deixei uns links para ela se divertir, repasso pra vocês...

Quilt University : http://www.quiltuniversity.com/ Para quem não pode fazer aulas presenciais (assim como eu) a Quilt University dispõe um calendário muito amplo com várias opções de aprendizagem, cada curso demora em média de um a 3 meses, depende do que você está aprendendo, e o melhor de tudo que o mais caro que já paguei foi 46 doletas....

Fabric Shack http://www.fabricshack.com/ Paraíso dos tecidos, eu particularmente não compro tecido importado aqui no Brasil, pagando-se até o frete sai mais barato que que se comprar por aqui, é tipo uma Disneylândia em tecido... para as doidas que preferem comprar tudo ou para as mais comedidas como eu que preferem pensar no projeto antes de sair atrás dos tecidos.

Fat Quarter Shop http://www.fatquartershop.com/ Mais tecidos, mais coisas para ficar louca, são para aqueles projetos que estão na fila e você não sabe quando vai fazê-los... eu particularmente sou fã dos Jelly Rolls....

Então fica aí a dica, enquanto o dólar está pra peixe, aproveite e compre fora!!!!

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Greve dos Correios

Durante todo o ano programei para comprar via internet minhas coisinhas durante as férias, é que durante o ano letivo não tem ninguém para receber as encomendas em casa e muitas vezes tenho que perder horas nos Correios atrás dos pacotes e taxas alfandegárias. Pois bem, em 9 meses os carteiros fizeram 3 greves e pelo que parece isto vai até o fim do mês, ou seja, as férias vão embora e eu terei que sair correndo atrás de todo este prejuízo. Tenho cartões de banco presos, não consigo movimentar minhas contas, encomendas para chegar e taxas para pagar na alfãndega, só que ainda não chegaram em casa, fora que você tem que explicar pela terceira vez aos seus compradores de fora que os Correios estão em greve, já está parecendo até chacota, não está colando mais, escrevi até matérias em inglês que saíram nos jornais daqui para explicar o que está acontecendo para não perder a venda, se o cliente vai esperar? Não, não vai....
Não entendo este pessoal, se não está contente com o seu trabalho, procure outro. É engraçado quando você entra em um serviço sabendo das condições e trabalho e depois fica reinvidicando coisas, reinvindicar é uma coisa, TODOS tem o direito de conversar e negociar, agora, parar um serviço essencial prejudicando muitas pessoas, mas muitas mesmo, é outra. Neste país só da isto: cada um pensando em seu próprio umbigo, é por isto que todo mundo quer trabalhar no funcionalismo público, sabe que não vai ser mandado embora mesmo botando fogo no serviço. Com relação ao Governo, eles tem dinheiro para pagar Fedex e nem se metem nesta cumbuca....
Pensando bem, fui uma das poucas pessoas que trabalhou de graça literalmente neste país por alguns anos pois o que eu ganhava não pagava nem minha condução, mas em compensação, tive um aprendizado enorme de como dar valor ao que eu tenho e principalmente ao meu trabalho, pois quem precisa sobreviver precisa trabalhar, se não tá contente, vai procurar outra coisa pra fazer! Nenhum patrão tem a obrigação de dar o que não tem....

domingo, 6 de julho de 2008

Megartesanal e Senac 2008


Este ano a Megartesanal estava muito melhor organizada, a começar dos corredores das filas por caravanas, convidados e pagantes. Já na entrada encontrei Marcelo Darghan como sempre ajudando na organização dos eventos, distribuindo o mapa dos stands. Com corredores extensos, a "Disneylandia do Artesanato" contou com excelentes expositores no Pátio das Indústrias, inclusive nossos amigos da Bernina, Janome e outros com relação ao mundo do patch. Os cursos estavam animados, tinha até um artista pintor (Jefferson) que ao som de Gipsy Kings pintava a modelo também dançante. Já no Paço do Comércio inúmeros expositores, ateliês e aspirantes vendiam de tudo que todos gostam com relação ao artesanato. Mas minha grande surpresa foi visitar a Mostra Textil e de Patchwork que eu nem sabia que estava sendo lá e encontrar Ciça Mora (um encontro único!), San Pagano e Lúcia, se tivéssemos combinado não daria tão certo! Adorei saber que as meninas estão organizando-se para que o mundo do patch realmente alavanque em nosso país, o charme ficou pelas luvas já no início da mostra para que os visitantes caso quisessem tocar as obras utilizassem para não danificar os trabalhos. A mostra estava linda, muito regionalismo, cores, miniaturas, muito bom gosto!
Eu não ia ao Senac, sinceramente após 6 anos de mesmices e a exposição cada vez menor não me chamava mais minha atenção, mas, quando recebi um convite especial da Ana Maria Patch não resisti e fui dar um pulinho por lá, novamente encontrei San Pagano e Lúcia, além da Ana Maria Patch, adorei tê-la conhecido também e pude ver pessoalmente o painel de assinaturas que a Ana fez do nosso antigo Swap Room, lindo!!!O Senac continua a mesma coisa, desta vez a mostra ficou ainda menor dando lugar aos stands, não vou me ater a mais comentários pois seria redundante.
Uma das lojas que me chamou atenção foi a Fuxicos e Fricotes, loja que não consegui visitar na outra feira de Patch devido a lotação, adorei os trabalhos das meninas!
A todas que conheci gostaria de dizer que para mim foi uma experiência única! Adorei!