quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

No carnaval, também tem sofrimento animal!!!

por Wilton César Reis , 17 anos:


Todos os anos, é realizado o carnaval. Uma festa bastante contagiante com músicas, carros alegóricos, desfiles de escolas de samba e etc. Muitas pessoas participam e se mostram muito felizes com tudo isso.



Porém, ainda existem muitas pessoas que não gostam deste tipo de comemoração devido a bagunça, violência, o “nudismo” e entre outros motivos, mas jamais paramos para pensar que, além de todos esses motivos negativos, existe também o uso desnecessário de penas e peles de animais, que por possuírem penas bonitas como a do pavão e de outros bichos, são obrigados a viverem em cativeiros para crescerem e terem suas penas arrancadas de uma forma brusca e dolorosa.


Muitas pessoas acreditam que não é assim que acontece, pois falam que essas penas são coletadas após a queda espontânea dessas, o que é pura mentira, pois além de ser dificílimo juntar aquela quantidade de penas, as penas ficariam sem brilho e quebradiças, o que dificultaria o trabalho com elas.


É incrível como um ser que se julga tão inteligente, continua agindo com essa tolice. Brincando com os sentimentos dos outros, com a dor e, mais uma vez, tirando proveito de seres inocentes e indefesos. O ser humano quer se garantir com armas e materialismo às custas da dor alheia. O pior de tudo, é que esta contaminação nas mentes humanas vem se alastrando de forma rápida e incontrolável.


Será que os inocentes só terão Paz quando a espécie irracional humana acabar? Acho que sim, pois está sendo muito difícil lidar com pessoas tão ignorantes que não querem saber de nada a não ser dinheiro e diversão. Pobres dessas pessoas que pensam assim, pois serão as primeiras a arcar com as conseqüências desse descaso com o nosso forte Planeta Terra.

© 2008/2010 - Associação Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos. Todos os direitos reservados.